segunda-feira, 26 de janeiro de 2004

BALLET À CHUVA...

Com o advento das novas tecnologias, cada vez assistimos mais a acontecimentos em directo.
Foram guerras e invasões… Foi o derrube da segunda Torre de Nova Iorque… E ontem foi a morte num estádio…
Fehér, jogador de futebol do Benfica, 24 anos, sorriu, voltou as costas à câmara e caiu fulminado. Assistiu-se então a um trágico ballet em que todos eram personagens. A chuva impiedosa caía.
Os jogadores de ambos os lados, que anteviram de imediato o que acontecera, e que aquele era um caminho sem retorno para o jovem jogador, ou choravam, ou rezavam, ou olhavam o céu como que implorando um milagre dos deuses. A chuva sempre a cair.
O malogrado Fehér é metido numa ambulância que sai do estádio sob os aplausos da multidão, sem distinção de clube, e sob o grito ritmado «Fehér, Fehér, Fehér...». A chuva não parou de cair.
Todas as rivalidades se esbateram. Em directo, viu-se a ténue fronteira que há entre a vida e a morte.

domingo, 25 de janeiro de 2004

SPAM…

Tenho uma caixa de correio na qual recebo diariamente uma vintena de e-mails não desejados. Porque se trata de um e-mail da web, não posso utilizar, que eu saiba, nenhum programa anti-spam. O meu endereço deve ter sido vendido a alguma agência estrangeira da especialidade e os e-mails são assinados por particulares que, claro, eu não conheço. Ao princípio ainda os abria e pedia para me «unscribe», mas vi que não dava resultado. Agora apago-os sem abrir. Para fazerem uma ideia, eis os assuntos de três que acabei de receber mesmo agora:
- want to enlarge your manwood?
- Xanax and Valium…
- enhance your performance…

Chego a receber o mesmo assunto de quatro e cinco origens diferentes. Claro que não faltam nem o Viagra nem os sites pornográficos.
Estas caixas de correio gratuitas têm de procurar receitas em qualquer lado, mas internauta sofre…

quarta-feira, 21 de janeiro de 2004

SITES CURIOSOS :

http://istoe.terra.com.br/gentedinamica/aniversario/index.asp

Preencha com o seu nome e data de nascimento e ficará a saber algo que aconteceu naquele dia…

http://mirrored.flabber.nl/boob.cursor/ciagnijcycka.swf

Tenha à mão um modo prático de limpar o ecrã do seu computador…

sábado, 17 de janeiro de 2004

A JUVENTUDE DE HOJE

Os jovens de hoje desenvolvem-se muito mais rapidamente que os do meu tempo e das gerações que se seguiram. É verdade que nascem já num ambiente imbuído de coisas e acontecimentos que antes não passavam de sonhos e isso, com naturalidade, influi no seu desenvolvimento.

Conhecem toda a trama de programas televisivos, toda a espécie de jogos, de músicas e de canções. Possuem um vocabulário imensamente rico. Posso citar, ao acaso, duas pequeníssimas histórias passadas com os meus netos, ela de 3 anos e ele de 5 anos.
Ela, depois de entrar no carro, de apertarmos os cintos e de meter a chave na ignição: - «Falta a música!».
Ele, quando a irmã lhe perguntou onde estava a avó: «Há três hipóteses (sic). Está no emprego, está em casa ou vai a caminho».

Curiosamente, quase todos estes pequenos seres, mal saem do convívio mais próximo dos pais, das creches ou das pré-primárias, começam a demonstrar, a pouco e pouco, uma falta de cultura geral, a não saber fazer contas e a não conseguirem sequer escrever cinco palavras sem cometerem um erro grave. Muitos destes sintomas vão prolongar-se pela vida fora e é frequente ver pessoas, até na comunicação social, a trucidarem literalmente a língua portuguesa e a escreverem com erros que antes não se admitiam num ditado da quarta classe…

Tudo leva a crer, a menos que me provem o contrário, que a Escola não tem vindo a acompanhar o desenvolvimento cada vez mais precoce das crianças portuguesas. Porventura já não aprenderão certas matérias como os papagaios. Porventura poderão agora ter acesso a máquinas de calcular, que executam operações matemáticas muito mais rapidamente. Mas a língua, tanto falada como escrita, que é o nosso maior bem a nível mundial... Porque a deixam assim maltratar?

sexta-feira, 16 de janeiro de 2004

DE QUEM SERÁ A CULPA?

No seguimento de um assalto de que fui vítima em Agosto último, fui convocado para ir hoje a uma esquadra da PSP, onde deveria prestar declarações a um agente das Brigadas Anti-banditismo.
Fui e ninguém sabia de nada. Provavelmente o agente em causa era um dos que tinha saído durante a noite para uma operação e ainda não tinha voltado... Fui tratado com extrema delicadeza e simpatia, desde a porta até ao agente que me atendeu. Fui informado que as vítimas são normalmente convocadas pelo telefone, pois de outra forma, se faltassem, teriam de pagar uma coima que anda pelos 150 euros.
Face a este humanismo, ao profissionalismo demonstrado e ao próprio ambiente da esquadra, sou levado a crer que a ausência do agente e o desconhecimento do processo se devem certamente à falta de efectivos e à ausência de informatização.
A culpa não será portanto dos agentes nem da própria PSP. De quem será? – Adivinhem! – Minha não é.
É como na maioria das empresas… Os trabalhadores pagam as favas e os gestores ou governantes assobiam e olham para o ar, como se não fosse nada com eles.
Os trabalhadores portugueses só são bons lá fora. Porque será?

quinta-feira, 15 de janeiro de 2004

SITES CURIOSOS:

Consulte este site: http://bug.do.sapo.pt/lince2.html e siga as instruções (em espanhol). Vai gostar!

Se visitar o site: http://www.upsitedown.co.il/anim/rest40.html, ficará a conhecer a influência da alimentação no funcionamento dos intestinos…

segunda-feira, 12 de janeiro de 2004

ESCULTURA

Gostava de saber burilar cada palavra
Como se trabalhasse uma pedra,
Gostava de saber limar cada frase
De modo a que ficasse o mais clara possível,
Gostava de transmitir sentimentos sabores e cheiros
Para que eles fossem apreendidos por quem lesse,
Gostava de fazer um poema
Com o mesmo amor com que se faz um filho
E que ele perdurasse pelos tempos
Como se fosse uma escultura.
Branca, altiva e serena,
Desafiando o tempo,
Ao sabor do vento e da chuva,
Resistindo ao sol
E servindo de poiso aos pássaros
Que aí viriam descansar.
Gostava que uma lápide em mármore,
Com letras vincadas a negro e dourado,
Dissesse para todo o sempre:
«Este poema foi acabado de esculpir
Aos tantos de tantos de dois mil e tantos,
Por alguém que amava a vida
Mas que foi obrigado a partir
Por ver chegada a sua hora.
Diz-se que sentiu muitas saudades
Mesmo antes da partida
».

Gabriel de Sousa

domingo, 11 de janeiro de 2004

AINDA AS TRADUÇÕES DA NET

Unstop me the store.
Desampara-me a loja.

Give wind to the shoes and split-yourself!
Dá corda aos sapatos e pira-te!

Put yourself at miles.
Põe-te a milhas.

Horse feet of cork.
Cascos de rolha.

Kabong Music
(If they want a hug or a kiss,
we kabong, we kabong!)

Música Pimba
(Se elas querem um abraço ou um beijinho,
nós pimba, nós pimba!)

sábado, 10 de janeiro de 2004

NA NET CONSEGUEM-SE TRADUÇÕES ASSIM…

If you don't doors well you are here you are eating.
Se não te portas bem tás aqui tás a comer!

Put yourself in the eye of the street.
Põe-te no olho da rua!

I'll make you into an eight.
Faço-te num oito!

Put yourself at stick.
Põe-te a pau!

- Knock Knock. May I?
- Between.

- Truz Truz. Posso?
- Entre.

sexta-feira, 9 de janeiro de 2004

PARA ACABAR… (nunca mais conto histórias de loiras!):

- Sabem como morrem os neurónios das loiras?
- Morrem de solidão...


Ia uma loira e uma morena a passear. De repente a morena diz para a loira:
- Olha, olha um pássaro morto.
Ao que a loira responde, olhando para o céu:
- Onde? Onde?

Iam duas loiras e uma morena a passear.
De repente a morena desmaia e uma loira diz à outra:
- Chama o 112.
E a outra responde.
- Qual é o número?

- Qual a diferença entre a cabeça da loira e um pão?
- O pão pelo menos tem miolo.


- O que uma loira está fazendo quando tapa as duas orelhas?
- Está a segurar o pensamento.


Estava uma nota de 100€ no chão e iam a passar: o Pai natal, uma loira esperta e uma loira burra.
- Quem é que a apanha?
- Ninguém, porque a loira burra é burra e não a apanha; o pai natal e a loira esperta não existem...


Uma loira chega a casa e diz à mãe:
- Os rapazes lá da escola deram-me 2 euros por ter subido a uma árvore.
A mãe responde:
- Não devias ter feito isso. Não vês que só queriam ver-te as cuecas.
A loira:
- Mas não viram, porque eu tirei-as

- O que fazem 2 loiras a discutir numa mota?
- Estão a ver quem fica do lado da janela.


Duas loiras discutem:
- Esse espelho é meu!!!!!.
Ao que a outra responde:
- Não é nada!!!!! Não vês que tem a minha cara?

Uma loira foi a uma loja de electrodomésticos.
Ela vira-se para o empregado e diz: - Olhe, queria aquela televisão.
O empregado diz: - Não vendemos televisões a loiras.
Ela foi pintar o cabelo.
No dia seguinte vai lá e diz: - Olhe queria aquela televisão.
O empregado diz: - Já lhe disse que não vendemos televisões a loiras.
Ela vira-se para o empregado e diz: - Como é que sabe que sou loira?
O empregado diz: - Aquilo não é uma televisão, é um microondas.

- Sabem porque é que as loiras não ligam o chuveiro?
- Porque no champô diz "para cabelos secos".

quinta-feira, 8 de janeiro de 2004

O CICLO DA VIDA:

A coisa mais injusta da vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás para frente.
Nós deveríamos morrer primeiro. Livrar-nos logo disso.
Depois vivermos num asilo, até sermos postos fora dele por estarmos muito novos.
Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar.
Trabalhar então 40 anos até ficarmos novos o bastante para aproveitar a nossa reforma. Aí curtir tudo, beber bastante, fazer festas e preparar para a faculdade.
Ir para o colégio, ter várias namoradas, tornarmo-nos crianças, não ter nenhuma responsabilidade, tornarmo-nos bebezinhos de colo, voltar para o útero da mãe e passar os últimos nove meses de vida flutuando...
Terminar tudo com um óptimo orgasmo! Não seria perfeito?


Charles Chaplin

NA CAPOEIRA…

Na capoeira, duas galinhas conversam:
- A noite passada tive uma febre altíssima...
- Como sabes?
- De manhã, o meu ovo vinha cozido!!!

quarta-feira, 7 de janeiro de 2004

SERÁ MANIA DA PERSEGUIÇÃO? (Ainda 5 histórias de loiras):

Duas loiras estavam em casa e uma que estava a escrever pergunta à outra:
- Como é que se escreve onze?
E a outra responde:
- Não sei, escreve em algarismos.
E a primeira loira pergunta:
- Qual é o um que vem primeiro?

- Sabem por que é que as loiras deitam milho na sanita?
- Para alimentar o WC PATO!

- Sabem porque é que o cérebro de uma loira quando morre é do tamanho de uma ervilha?
- Porque quando uma loira morre o seu cérebro incha!

- Se uma loira e uma morena se atirarem abaixo do 10º andar, quem é que chega primeiro???
- É a morena, porque a loira pára a meio para perguntar o caminho.

Uma Loira, resolveu olhar para a sua agenda de telefones.
Abriu a agenda na letra A, nada... Letra B, nada... Letra C, nada... E assim continuou.
Quando chegou à letra T, leu: Telefone da Susana, Telefone da Gabriela, Telefone da Ana, Telefone da Maria...

************************************
Loiras! – Se quiserem que eu pare, escrevam-me!

terça-feira, 6 de janeiro de 2004

MAIS 5 HISTÓRIAS DE LOURAS (ainda nenhuma reclamou):

Uma loira tinha comprado um bilhete de avião de classe turística para as Caraíbas. Entra no avião, escolhe um lugar na primeira classe e senta-se. Quando chega o passageiro que tinha bilhete de primeira classe marcado naquele lugar, ele diz-lhe para sair mas ela não sai. Chama uma hospedeira e conta-lhe o sucedido e ela diz para a loira:
- A senhora tem que sair deste lugar, porque está marcado para este senhor.
A loira diz:
- Não, não e não.
Eles chamam o comissário:
- A senhora tem que sair deste lugar, pois não é o seu.
- Não, não e não.

O comissário e a hospedeira vão chamar o comandante, contam-lhe a história e ele vai falar com a loira. Chega lá, diz-lhe uma coisa ao ouvido e ela vai a correr para a parte de trás do avião.
Todos ficam espantados e perguntam ao comandante o que é que ele lhe disse para ela ir a correr para a parte de trás do avião e ele responde:
- Eu disse-lhe simplesmente que só essa parte do avião é que ia para as Caraíbas.

Uma loira para a outra:
- Nem sabes o que me aconteceu!
- Estava num centro comercial a subir nas escadas rolantes e elas pararam! Fiquei mais de 1 hora à espera que tornassem a andar!!!
- És tão burra!!! Então não tinhas escadas?
- Tinha!
- Então... sentavas-te!!!!!!!!


Vai a loira ao oculista, e diz para a empregada:
- Queria uns óculos.
- Para o sol?
- Pergunta a empregada.
- Não! Para mim.

Uma loira grávida, acariciando a sua barriga, exclama: - Será que o filho é meu?

Duas loiras conversam ao luar. Ao contemplar as estrelas, uma delas exclama:
- O que é que achas que fica mais distante: aquela estrela que vês ao longe, ou o Algarve?
A outra responde:
- Como é que podes ser tão burra? O Algarve nem dá para ver daqui!

segunda-feira, 5 de janeiro de 2004

SOU MUITO MAU… (mais 5 anedotas de loiras e há mais):

- Sabem porque as loiras gostam dos relâmpagos?
- Porque pensam que lhe estão a tirar fotografias.


- Sabem porque é que as loiras usam um peixe na antena do rádio?
- Para ouvirem música fish.


- Sabem como uma loira mata um pássaro?
- Atirando-o de um penhasco a baixo…


- Sabem como uma loira mata um peixe:
- Afogando-o…


Uma loira vai com o filho ao zoo. Passa pela jaula do leão onde tem uma tabuleta que diz "cuidado com o leão"; depois passa pela jaula do tigre que diz "cuidado com o tigre"; depois passa por uma jaula vazia onde diz "cuidado tinta fresca"…
Ela começa a gritar e diz "SOCORRO! – A TINTA FRESCA FUGIU!"

domingo, 4 de janeiro de 2004

ESTE MUNDO CÃO…

- Uma carta anónima, aludindo a duas destacadas figuras do PS, é apensa ao processo Casa Pia. Uma denúncia de eventuais vítimas, devidamente identificadas e transmitida aos investigadores pelo advogado das vítimas, aludindo a personalidades do PSD, é calada. O Procurador apenas diz, tanto num caso como noutro, que são coisas irrelevantes. Nós, para entender, só queríamos saber quais os critérios…

- Dois caças americanos escoltaram um avião da Air France na sua aproximação a Washington. O facto é apresentado como uma protecção. Se eventualmente houvesse um terrorista dentro do avião, que tentasse desviá-lo como no «11 de Setembro», que aconteceria? Pois…

- Ainda acerca do terrorismo. Os americanos vão passar a registar todos os estrangeiros entrados no seu território, mesmo aqueles que possuem visto. O Brasil, usando do direito de reciprocidade, passou a fazer o mesmo aos cidadãos americanos, fotografando-os e tirando-lhes as impressões digitais à chegada a território brasileiro. Bravo irmãos!

- Entretanto, Israel continua a construir o seu muro. Também aqui há muros bons e muros maus. Para quê deixá-lo construir se, um dia, vai ser deitado abaixo e as suas pedras guardadas como recordação? - Berlim e Estado Judaico, dois pesos duas medidas.

Gabriel de Sousa

sábado, 3 de janeiro de 2004

ELEIÇÕES AMERICANAS

«Em 2004, vou reclamar o direito de voto nas eleições americanas. Eleger o inquilino da Casa Branca começa a ser uma missão demasiado importante para ser deixada apenas aos americanos. Se os deixarmos à vontade, ainda reelegem Bush» in «Público» (crónica de Rui Baptista)

MANIA DA PERSEGUIÇÃO? -AINDA 5 ANEDOTAS DE LOIRAS (mas gosto muito delas):

- Como roubas o lugar num avião (que vai para Paris) a uma loira?
- Diz-lhe que os lugares que vão para Paris são na outra fila.

- Porque razão a loira ficou tão contente quando acabou o puzzle em 6 meses?
- Na caixa dizia de 2 a 4 anos.

- Sabes o que é inteligência artificial?
- Uma loira de cabelo moreno.

Ia uma loira na rua muito feliz e contente quando pisa uma casca de banana e cai. Entretanto continua a andar e vê a uns 10 metros uma outra casca de banana.
Diz ela:
- Puxa, lá vou eu cair outra vez!

Uma loira resolve desabafar sobre o trânsito para uma revista de automóveis:
- O trânsito está um caos. Aqui há dias vinha de Cascais, na faixa da esquerda a uns 40 Km/h, quando um atrevido com a música aos berros chegou por detrás do meu carro. Parecia uma discoteca, com os sinais de luzes que fazia, com a iluminação extra que trazia em tons de azul, e com a música aos berros, do tipo uuuuuuuooo oooooóóóóóóóó..., outras vezes do tipo uauuauaua uauauauau..., era mesmo daqueles apoiantes do tuning, até tinha autocolantes e tudo. Sem respeitar nada nem ninguém, acabou por me ultrapassar pela direita, a gesticular comigo. Tal era a velocidade que a única coisa que me lembro do carro era a palavra INEM. Uma pouca-vergonha!

sexta-feira, 2 de janeiro de 2004

Mais 5 ANEDOTAS DE LOIRAS (elas que me perdoem):

Porque é que as loiras não têm gelo em casa????
Porque se esqueceram da receita para o fazer!!!!!!

Estavam duas loiras a conversar quando uma pergunta:
- Achas que se pode tomar a pílula com diarreia?
A outra responde-lhe:
- Não sei mas acho melhor tomares com água!!!!!

Como é que se sabe que esteve uma loira no computador?
- Porque o ecrã está cheio de corrector!

Era uma vez uma loira que foi ao médico porque tinha as orelhas queimadas. Ao entrar no consultório o médico pergunta o que se tinha passado e ela respondeu que estava a passar a ferro quando o telefone tocou e por engano pegou no ferro para atender em vez do telefone.
De seguida, o médico volta a perguntar: - E na outra orelha o que se passou? E ela respondeu: - O cabrão voltou a ligar!

Uma loira e uma morena conversam:
Morena - Hoje vou buscar o meu namorado ao aeroporto.
Loira - Ai é? Para onde ele foi?
Morena - Foi para Natal.
Loira - Mas isso é impossível ainda estamos na Páscoa!

quinta-feira, 1 de janeiro de 2004

INTERNET – SITE CURIOSO:


(Ajude o «nosso herói» a chegar ao céu. Cada vez que chocar com um objecto, podem acontecer coisas engraçadas. E mais não digo)


5 ANEDOTAS LOIRAS 5 (elas que me perdoem):

Sabe porque é que as loiras têm os olhos verdes?
Porque para além de só terem água na cabeça, a água está poluída!

Sabes o que uma loira faz de joelhos no supermercado?
Está à procura de preços baixos.

Uma loira de 9 anos, certa noite, muito assustada, vai dizer à mãe: Ó mamã eu acho que a casa de banho esta assombrada!
- Porquê filha?
- Quando eu estava a abrir a porta a luz acendeu-se, e quando fechei apagou-se!
- Ó Mónica quantas vezes eu já te disse para não urinares o frigorífico?

Sabem o que uma loira diz quando olha ao espelho?
- És igual a mim.

Um professor diz para os alunos:
- Hoje vamos fazer uma experiência com um sapo!!!
E os alunos gritam e batem palmas!!!!!
- Vou dizer para saltar! Salta sapo, salta!
E o sapo saltou 10 vezes!
- Agora vou-lhe cortar as pernas e dizer para ele saltar! Salta sapo, salta!
E o sapo não saltou!
- Venha cá menina Vanessa como é loira e já cá anda há 2 anos diga-me qual é a conclusão que tira desta experiência?
- É fácil, sapo sem pernas não ouve.



Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...