domingo, 30 de janeiro de 2005

NO PEDIATRA

Uma mulher leva um bebé ao consultório de um pediatra.
Após alguns momentos de espera na sala, a enfermeira manda-a entrar. Depois da apresentação, o médico começa a examinar o bebé e constata que o seu peso está abaixo do normal.
Inquire então:
- O bebé ingere leite materno ou de biberão?
- Leite materno,
diz a senhora.
- Por favor mostre-me os seus seios.
A mulher obedece e o médico toca, apalpa, aperta ambos os seios num exame detalhado.
- Pode recompor-se, por favor.
Depois da senhora estar novamente composta o médico diz-lhe:
- É com razão que o bebé tem peso a menos. De facto a senhora não tem leite.
- Eu sei doutor, eu sou a avó. Mas gostei tanto de ter trazido o bebé ao médico...



terça-feira, 25 de janeiro de 2005

Sorrir em tempo de crise...

IMPRESSORAS
Estavam duas Impressoras.
Uma vira-se para a outra e exclama:
- Esta folha é tua ou é impressão minha?

DANÇAR

Começou a música. Um bêbado levantou-se cambaleando e dirigiu-se a uma senhora de preto, pedindo-lhe:
- Hic... Madame, me dá o prazer desta dança? E ouviu a seguinte resposta:
- Não, por quatro motivos:
Primeiro, o senhor está bêbado!
Segundo, isto é um velório!
Terceiro, não se dança o Pai-nosso!
E quarto porque "Madame" é a p*** que o pariu, eu sou o padre!

COMIDA... 
Havia um homem que era muito solidário. Gostava muito de ajudar as pessoas, compartilhar tristezas, transmitir alegrias...
Estava num comboio, numa viagem tranquila, quando ouviu uma rapariga a vomitar. A rapariga estava pálida, mesmo a passar mal. Quando ela saiu da casa-de-banho acompanhada da mãe, voltaram a sentar-se.
O homem ficou preocupado e resolveu ir até junto delas para ajudar e saber o que tinha acontecido à rapariga. Ao tentar adivinhar a causa do enjoo, perguntou à mãe da rapariga:
- Foi comida?
- Foi, mas vai casar.

SÃO SÓ GASES 
Uma mulher visita o médico, pois está grávida de alguns meses. O médico diz-lhe:
- Minha senhora, isso não é nada, são só gases. Diz a mulher:
- Mas senhor doutor, a barriga está a aumentar e eu estou com enjoos. Diz o médico:
- Vá para casa, tome estes medicamentos para os gases e vai ver que a barriga diminui. A mulher volta no oitavo mês de gravidez e diz:
- Senhor doutor, estou quase a dar à luz. Diz o médico:
- Nada disso! Vou dobrar a dosagem dos medicamentos. Isso são gases. A mulher vai para casa triste.
Passou-se um ano. Estava a mulher num jardim com o filho e encontra-se com o médico.
O médico diz-lhe:
- Está a ver? A sua barriga desapareceu. Eu não lhe disse que eram só gases? E este menino quem é? Diz a mulher:
- Bom, para mim ele é o meu filho. Para o senhor deve ser um peido vestido de marinheiro.

MATEMÁTICA 
Era desta forma que Albert Einstein assediava, não as boas alunas mas as alunas boas na disciplina de matemática:

«Quem 60 ao teu lado e 70 por ti, vai certamente rezar 1/3 para arranjar 1/2 de te levar para 1/4 e ter a coragem de te dizer: 20 comer!» Quanto ao sucesso desta táctica, afirmava que tudo é relativo...



segunda-feira, 24 de janeiro de 2005

VELÓRIO

Numa dinâmica de grupo foi feita a seguinte pergunta para três alunos:
«O que gostaria que dissessem de si no seu velório?»
O 1º aluno disse:
- Que fui um grande médico e um óptimo pai de família.
O 2º aluno disse:
- Que fui um homem maravilhoso, excelente pai de família, e um professor de grande influência no futuro das crianças.
Aí o 3º arrasou:
- Gostaria que eles dissessem: "olha, está a mexer-se."

domingo, 23 de janeiro de 2005

LISTA DAS DEZ PALAVRAS CONSIDERADAS DE MAIS DIFÍCIL TRADUÇÃO

1. Ilunga (tshiluba) uma pessoa que está disposta a perdoar qualquer maltrato pela primeira vez, a tolerar o mesmo pela segunda vez, mas nunca pela terceira vez.

2. Shlimazl (idiche) uma pessoa cronicamente azarada.

3. Radioukacz (polaco) pessoa que trabalhou como telegrafista para os movimentos de resistência.

4. Naa (japonês) palavra usada apenas numa região do país para enfatizar declarações ou concordar com alguém.

5. Altahmam (árabe) um tipo de tristeza profunda.

6. Gezellig (holandês) aconchegante.

7. Saudade...

8. Selathirupavar (tamil, língua falada no sul da Índia) palavra usada para definir um certo tipo de ausência não autorizada frente a deveres.

9. Pochemuchka (russo) uma pessoa que faz perguntas demais.

10. Klloshar (albanês) perdedor.

HUMOR NEGRO: Guilhotina e Bowling

Posted by Hello

Especialidade do dia - Perninhas de rã.
Posted by Hello

Tudo previsto - Até o acesso para deficientes

Posted by Hello

Anúncio inoportuno

Posted by Hello

quinta-feira, 20 de janeiro de 2005

ESCOVA DE DENTES RETIRADA DE ESTÔMAGO APÓS 22 ANOS

Uma equipa médica saudita anunciou ontem ter retirado uma escova de dentes do estômago de um homem que a engolira há 22 anos. Segundo uma agência noticiosa oficial, citada pela AFP, a escova de dentes não terá provocado danos no corpo do paciente de 70 anos, pelo menos até poucos dias antes de ser operado. A cirurgia foi realizada num hospital da cidade saudita de Taif e correu bem, segundo o chefe da equipa, Abdulrahman al-Zahrani.

Público» 2005-01-19)

E esta hein?

terça-feira, 18 de janeiro de 2005

A vingança dos porquinhos...

Posted by Hello

DIVÓRCIO COM JUSTA CAUSA

Uns velhinhos, casados há muitos anos, vão ao escritório de um advogado para que lhes seja preparado o divórcio.
O advogado, vendo-os assim tão velhinhos, pergunta-lhes porque é que eles querem divorciar-se numa idade tão avançada.
A velhinha tenta explicar:
- Olhe, doutor. Ele tem, com muito esforço, uma única erecção por ano e...
Mas o velhinho interrompe-a com veemência:
- E ela, ainda por cima, pretende que eu a desperdice com ela!...

domingo, 16 de janeiro de 2005

CONTA E-MAIL GRATUITA

Tenho ainda 4 convites para a abertura de contas «e-mail» na Google.
Capacidade 1.000 MB e gratuita, claro.
Os interessados podem escrever-me para: gabrieldesousa@gmail.com
Terei muito gosto em endereçar o respectivo convite.

sábado, 15 de janeiro de 2005

O SR. DIRECTOR
Em Setembro de 2002 foi publicada na II Série do Diário da República a aposentação do Exmº. Senhor Juiz Desembargador Dr. José Manuel Branquinho de Oliveira Lobo, a quem foi atribuído o número de pensionista 438.881.

De facto, no dia 1 de Abril de 2002 o Dr. Branquinho Lobo havia sido sujeito a uma “Junta Médica” que, por força de uma doença do foro psiquiátrico, considerou a sua incapacidade para estar ao serviço do Estado, o que foi determinante para a sua passagem à aposentação.
De acordo com o disposto na alínea a) do nº 2 do artigo 37º do decreto-lei nº 498/72 de 9 de Dezembro, em caso de aposentação motivada por incapacidade ou doença, constitui regalia dos magistrados judiciais auferirem a sua pensão de aposentação por inteiro, como se tivessem todo o tempo de serviço para tal necessário. Por esse motivo, o Dr. Branquinho Lobo passou a auferir uma pensão de aposentação no montante de € 5.320,00.

Contudo, por resolução proferida no dia 30 de Julho de 2004, o Conselho de Ministros do Governo do Dr. Pedro Santana Lopes nomeou o Dr. Branquinho Lobo como Director Nacional da Polícia de Segurança Pública.
Desde então, o Dr. Branquinho Lobo acumula a sua pensão de aposentação por incapacidade com o vencimento de Director Nacional da P.S.P.

in
http://rprecision.blogspot.com/

(Omiti os comentários e outros pormenores... Comentários para quê? Só os factos! – O Povo é sereno!)

sexta-feira, 14 de janeiro de 2005

PRESOS NO COFRE

Sexta-feira à tarde, dois funcionários dum importante banco ficam presos no cofre. Ao perceberem o ocorrido, um deles entra em pânico:
- Meu Deus! E agora? Essa porta é automática, só abre nos dias úteis!
Imediatamente o outro, um pouco mais calmo, saca a sua calculadora financeira e depois de muitas multiplicações e divisões chega à seguinte conclusão:
- Tenho duas notícias para te dar!
- Fala, fala! Fala, já!
- De acordo com a média de consumo de oxigénio de um ser humano, se permanecermos a maior parte do tempo em repouso, o ar vai dar exactamente até segunda-feira às três e quinze da tarde!
- Ufa! Graças a Deus! Qual é a outra notícia?
- Segunda-feira é feriado!


MOSCA

Durante uma refeição, o garoto gritou:
- Pai, pai...
- Está calado! Não se grita à mesa!
Depois de algum tempo, o pai diz-lhe:
- Diz lá o que queres!
- Agora já não adianta... O pai já engoliu a mosca que caiu no seu prato!



quinta-feira, 13 de janeiro de 2005

Efeito dum «Botox» (1) na expressão da Mulher, segundo os vários estados de espírito...
(1) «tratamento estético»

Posted by Hello

segunda-feira, 10 de janeiro de 2005

Quando alguém te chatear, tenta fazer isto!
Olha que não é fácil!!

Posted by Hello

sábado, 8 de janeiro de 2005

O CHEFE E OS METEOROLOGISTAS...

Com a aproximação do Inverno, os índios foram ao cacique perguntar:
* Chefe, será que vamos ter um Inverno rigoroso ou será ameno?
O chefe, vivendo tempos modernos, não tinha aprendido os segredos da meteorologia como os seus antepassados. Mas não podia mostrar insegurança ou dúvida. Por algum tempo olhou para o céu, estendeu as mãos para sentir os ventos e em tom sereno e firme disse:
* Teremos um Inverno muito forte... é bom ir colhendo muita lenha!
No dia seguinte, preocupado com o caso, foi ao telefone e ligou para o Serviço Nacional de Meteorologia e ouviu a resposta:
* Sim, o Inverno deste ano será muito frio!
Sentindo-se mais seguro, dirigiu-se ao seu povo novamente:
* É melhor recolhermos muita lenha... teremos um Inverno rigoroso!
Dois dias depois, ligou novamente para o Serviço Meteorológico e ouviu a confirmação:
* Sim... este ano o Inverno será rigoroso!
Voltou ao povo e disse:
* Teremos um Inverno muito rigoroso. Recolham todos os pedaços de lenha que encontrarem, teremos que aproveitar os gravetos também.
Uma semana depois, ainda não satisfeito, ligou para o Serviço Meteorológico outra vez:
* Tem certeza de que teremos um Inverno tão rigoroso assim?
* Sim. Este ano vamos ter um frio intenso, temos a certeza.
* Como tem tanta certeza?
* É que os índios estão a apanhar muita lenha este ano.

sexta-feira, 7 de janeiro de 2005


(recebido por e-mail)
E ele ri-se... Certamente com a partida
que pregou aos «portugas»!

Posted by Hello
OBSERVAÇÕES DO CÓMICO BRASILEIRO JÔ SOARES... 

"O filme sempre começa na hora certa, principalmente quando você chega atrasado."

"O ar quando não é poluído, é condicionado."

"Uma coisa é sempre totalmente diferente da outra, a não ser quando as duas se assemelham."

"É bem melhor pensar sem falar, do que falar sem pensar."

"Não há amizade que, por mais profunda que seja, resista a uma série de canalhices."

"Passou anos de sua vida pensando que frigidez sexual era alguma coisa provocada pelo ar condicionado do motel."

"Morava tão longe, que o carteiro mandava as suas cartas pelo correio."

"Gordo, quando está fazendo dieta, sempre faz a barba antes de se pesar."

"Faça piada velha para público novo e piada nova para público velho."

"A prova de que a natureza é sábia é que ela nem sabia que iríamos usar óculos e notem como colocou nossas orelhas."

"As duas mulheres se pareciam tanto que todos pensavam que fossem gémeas. Mas não: eram clientes do mesmo cirurgião plástico."

"Era um sujeito realmente distraído: na hora de dormir, beijou o relógio, deu corda no gato e enxotou a mulher pela janela."

"Houve uma guerra que durou 100 anos. É dose! Os soldados morreram todos de arteriosclerose."

"Junta médica é uma reunião que os médicos fazem nos últimos momentos da nossa vida para dividir a culpa."

"Era tão azarado que, se quisesse achar uma agulha no palheiro, era só sentar-se nele."

terça-feira, 4 de janeiro de 2005

LOIRA!

Uma loira ia no carro com o namorado e começa a ver muita gente na rua então pergunta:
- Quem é esta gente, mor?
- Não sei mor, mas parece uma manifestação.
- Uma manifestação, mor?
- Sim mor, uma manifestação!
- Uma manifestação porquê, mor?
- Não sei, talvez por Timor!
- Por mim mor? QUE QUERIDOS!


O PAI!

O pai foi ao médico porque a sua filha já tinha 1 mês e ainda não havia aberto os olhos. O médico disse-lhe:
- Quem tem que abrir os olhos é o senhor... Sua filha é japonesa!



segunda-feira, 3 de janeiro de 2005

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
- Lisboa, Portugal
Aposentado da Aviação Comercial, gosto de escrever nas horas livres que - agora - são muito mais...